• Obras de Kardec

Discurso do Sr. Auzanneau no aniversário da morte de Kardec em 1890

Apresentamos agora mais uma referência da 5ª edição de A Gênese [1] feita em um discurso no aniversário de morte de Allan Kardec, reproduzido no Le Spiritisme de Gabriel Delanne, de maio de 1890 [2].



Nesta transcrição encontramos o seguinte texto:



"Allan Kardec s'est montré circonspect dans toutes ses actions. Il savait alors beaucoup de choses qu'il conservait, pour ne les révéler qu'au moment opportun. C'était incontestablement un progressiste. La Genèse, notamment, en fait foi. Il y est dit, page 39: "Le Spiritisme, marchant avec le progrès, ne sera jamais débordé, parce que, si de nouvelles découvertes lui démontraient qu'il est dans l'erreur sur un point, il se modifierait sur ce point; si une nouvelle vérité se révèle, il l'accepte." C'est aux continuateurs de l'œuvre à s'inspirer de ces sages paroles."
"Allan Kardec foi cauteloso em todas as suas ações. Ele sabia então muitas das coisas, que guardava para revelá-las somente no momento oportuno. Ele era sem dúvida um progressista. A Gênese em particular é uma prova disso. É dito, na página 39: "Caminhando ao lado do progresso, o Espiritismo jamais será ultrapassado, porque, se novas descobertas lhe demonstrassem que ele está em erro acerca de um ponto qualquer, ele se modificaria nesse ponto; se uma verdade nova se revelar, ele a aceitará." Cabe aos continuadores da obra inspirarem-se nestas sábias palavras."


Sim, o texto também está na 4ª edição, mas aí começa na página 38, e não na página 39, como referenciado no órgão da União Espírita Francesa. Portanto o autor, o Sr. Auzanneau, ex-presidente da SPEE no biênio 1884/1885 [3], foi outro que parece não ter se influenciado perante os argumentos de Henri Sausse.

Ainda não nos dedicamos a estudar este personagem, presença constante no movimento espírita francês da época, tendo assumindo a SPEE com a renúncia em 27/06/1884 do Capitão Bourgès, o 5º presidente desta sociedade depois de Allan Kardec, Emile Malet, Eugène Bonnemère e Charles Boiste.

Estimado por Alexandre Delanne, foi também vice-presidente da própria União Espírita Francesa [2] e da Sociedade do Espiritismo Científico (não confundir com a Sociedade Científica do Espiritismo, de Leymarie) [4].


Esta foi mais uma pesquisa conjunta do CSI, AKOL e OdK (Obras de Kardec).


Referências:

[1] Kardec, Allan (1869). La Genèse, les miracles et les prédictions selon le Spiritisme. Paris - França: Librairie Spirite et des Sciences Psuchologiques (https://www.allankardec.online/pdf/109; acesso em 29/11/2020) [2] Le Spiritisme (maio de 1890), p. 67. Paris - França (https://drive.google.com/.../1UYDxrLzrEWGpu6NxBHjp74.../view, p. 46; acesso em: 29/11/2020) [3] Le Spiritisme (1ª quinzena de agosto de 1884), p. 9. Paris - França (https://drive.google.com/.../1_DpVAw2QOca8n3UetbzerI.../view, p. 79; acesso em: 29/11/2020) [4] Le Spiritisme (1º de outubro de 1890), p. 157. Paris - França (https://drive.google.com/.../1UYDxrLzrEWGpu6NxBHjp74.../view, p. 97; acesso em: 29/11/2020)

PS: Tivemos um problema operacional com o post https://www.facebook.com/289349718.../posts/848786285885155/, por isso o estamos republicando.

0 visualização0 comentário